Atendimento (11) 4452-7100 | Comercial (11) 2598-0104 contato@guep.com.br
Com 70 veículos novos na frota, Mercado Livre aposta em eletrificação nas entregas no Brasil e América Latina

Com 70 veículos novos na frota, Mercado Livre aposta em eletrificação nas entregas no Brasil e América Latina

Se depender da gigante de e-commerce Mercado Livre, sua próxima entrega pode chegar sem fazer muito barulho: é que a empresa anunciou que vai adotar 70 carros movidos a energia elétrica nas entregas de encomendas para Brasil, México, Chile e Uruguai.

O Brasil, por conta de seu peso no mercado de comércio eletrônico, vai abocanhar 51 destes veículos e a frota de vans com essa pegada de energias renováveis e baixa emissão de carbono deve crescer nos próximos anos.

O interesse pelas energias renováveis não se restringe aos novos veículos: na sede da empresa no Brasil, em Osasco (SP), há 1.800 painéis solares que abastecem 20% do consumo.

Projeto com caminhão não-tripulado vence o prêmio InovaInfra 2020

Projeto com caminhão não-tripulado vence o prêmio InovaInfra 2020

Caminhões, escavadeiras e tratores não-tripulados, operados com sensores, câmeras e controle remoto para proteger vidas humanas de operar em áreas de elevado risco como sujeitas a desmoronamentos, deslizamentos ou contaminações.

Foi com essa proposta que o projeto da construtora mineira Barbosa Mello venceu o Prêmio InovaInfra 2020, promovido pela Revista O Empreiteiro.

O projeto de equipamentos não-tripulados é uma das iniciativas de Engenharia 4.0 desenvolvidas pela área de inovação da CBM.

Cada caminhão, escavadeira ou trator, é controlado remotamente por um operador humano em uma sala que fica a quilômetros do local da obra e além do conjunto de câmeras e sensores, toda a topografia do terreno onde os equipamentos serão utilizados é levantada com o uso de drones.

Vamos torcer por mais inovação desse tipo, que resulte em mais segurança e mais produtividade!!!

E você, gostou da novidade? Compartilhe com alguém! Não seja muquinha!!! Informação dividida tem mais valor e quem receber vai gostar da sua lembrança!!

Fonte: revista O Empreiteiro e Construtora Barbosa Mello

Renovação de CNH volta a valer em 2021: fique atento aos prazos

Renovação de CNH volta a valer em 2021: fique atento aos prazos

Lembra que, por conta da pandemia de Covid-19, o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) publicou em junho uma resolução que suspendia a aplicação de multas para os condutores que fossem flagrados circulando com a habilitação vencida. O raciocínio, que tem a sua lógica, é de que com as medidas de isolamento não seria viável para milhares de motoristas comparecer aos Detrans de cada Estado para passar pelo processo de renovação.

Contudo, este texto foi revogado na início de novembro e, agora, as CNHs que venciam em 2020 passarão a expirar em 2021

Quem teve o documento vencido em janeiro deste ano poderá renová-lo em janeiro de 2021. Se o vencimento foi em fevereiro de 2020, a renovação será em fevereiro do ano seguinte, e assim sucessivamente com todos os meses.

O mesmo vale para a emissão das notificações de multas de trânsito ocorridas entre 26 de fevereiro e 30 de novembro de 2020, que estavam suspensas, porém não anuladas: esta notificação será feita e seguirá um cronograma de dez meses a partir da data em que a infração foi cometida.

No caso das notificações já expedidas, os prazos finais para apresentação de defesa, indicação do condutor e recurso, respectivamente, posteriores a 20 de março de 2020, foram prorrogados para 31 de janeiro de 2021.

Então, se a sua CNH venceu em 2020, fique atento pois a renovação deverá ser feita no mês correspondente de vencimento da carteira no próximo ano. E, se cometeu infrações, prepare-se: as multas poderão começar a chegar também no próximo ano.

Alemanha quer tirar de circulação todos os caminhões fabricados antes de 2013

Alemanha quer tirar de circulação todos os caminhões fabricados antes de 2013

Se aqui no Brasil o segmento do transporte discute como estimular a comercialização e uso de veículos mais novos – e mais eficientes – em outros mercados a coisa é um pouco mais… radical.

Exemplo da Alemanha, onde todo caminhão padrão Euro 5 (norma regulamentadora criada para controlar e reduzir emissão de poluentes em veículos a diesel) ou mais antigo poderá ser proibido de circular pela Alemanha, que é um dos mais importantes e responsável por parte significativa da movimentação de cargas na União Europeia.

Naquele mercado há um plano do governo que oferecerá subsídios de até 15 mil euros, para que os donos de veículos anteriores ao Euro 6 enviem seus caminhões para desmanches.

O custo total para o governo alemão ficará em 1,16 bilhão de Euros (7,4 bilhões de Reais), e serão substituídos todos os caminhões, de empresas transportadoras, particulares e utilitários como caminhões de bombeiros, de emergência e militares anteriores ao Euro 6.
Mas o subsídio só valerá se os veículos tiverem baixa nos cadastros do governo e o caminhão antigo sendo destinado para reciclagem, sendo impossibilitado de ser comercializado em outros mercados ou que continue a rodar.

E aqui no Brasil? Um plano desses seria viável, quando temos veículos com 15, 20 anos ou mais rodando pelas estradas? Comente com a gente ou encaminhe essa matéria para outras pessoas que podem se interessar pelo tema.

Livro digital gratuito traz detalhes sobre o câncer de mama

Livro digital gratuito traz detalhes sobre o câncer de mama

A Guep está desenvolvendo ações internas para suas colaboradoras, em linha com as ações de conscientização sobre o câncer de mama do Outubro Rosa.

É importante que muitas empresas fomentem ações de educação e conscientização para seus públicos internos, o que é fundamental, uma vez que o câncer de mama é o que mais mata mulheres no Brasil, sendo a 2a causa de todas as mortes de mulheres no País, atrás apenas das doenças vasculares. Entretanto, se diagnosticado precocemente e tratado de forma adequada tem até 95% de chance de cura.

Porém, por mais que se fale do tema, o câncer de mama suscita muitas dúvidas, além de trazer também alguns mitos. E foi para dirimir essas dúvidas que o Instituto Vencer o Câncer lançou no início do mês a 2ª edição do livro Vencer O Câncer de Mama, com informações atualizadas sobre a doença, os fatores de risco, o diagnóstico, a prevenção e os tratamentos existentes, entre outras informações. Em relação à 1a edição há oito novos capítulos que complementam os 20 temas presentes na obra.

O conteúdo foi produzido a partir de perguntas e respostas elaboradas por uma equipe multidisciplinar e traz ilustrações que ajudam na compreensão dos temas abordados.

As versões impressas do livro serão vendidas por organizações e estabelecimentos que apoiam o combate ao câncer de mama e a renda será revertida para o Instituto Vencer o Câncer. Mas o livro também está disponível online para ser baixado gratuitamente no site do instituto e a gente te traz o link para o download aqui.