Hoje em dia com o avanço da tecnologia, todos os dias surgem novas ferramentas de logística e transporte para otimizar processos que antes levavam bastante tempo, por serem feitos manualmente.

Muitas empresas já utilizam alguns softwares para facilitar o dia a dia e aumentar a eficiência em sua operação. Aliás, o essencial aqui é garantir que o cliente final fique satisfeito com o processo de compra, principalmente com a entrega do produto.

Antes de listarmos as 7 ferramentas de logística e transporte que você precisa conhecer, vamos entender o que são e para que servem as ferramentas de logística.

O que são ferramentas de logística e para que servem?

As ferramentas de logística geralmente são softwares desenvolvidos para agilizar o processo e otimizar a operação de qualquer empresa que atue com logística. A “Era digital”, repleta de informações, permite que as empresas saibam quais são as reais necessidades de seus clientes, e com isso ofereçam novos produtos que os atendam.

Ela ajuda a ter mais precisão, mais velocidade nos processos, reduz a necessidade de intervenção humana para determinadas coisas que a tecnologia pode – e às vezes até deve – automatizar. Lembra que falamos da evolução das ferramentas?! Por que isso está acontecendo só agora?

A principal razão é que, antes, não havia velocidade de processamento no hardware, e tampouco havia software com capacidade analítica capaz de substituir o ser humano para fazer um input de informação, uma comparação, uma correlação de causalidade entre uma coisa e outra, ou mesmo de identificar padrões, imagens ou ações. A Inteligência Artificial, só para darmos um exemplo, é uma dessas tecnologias disruptivas que só mais recentemente começaram a ganhar aplicações práticas no transporte.

Bom já sabemos que a tecnologia é a maior aliada de qualquer negócio que almeja o sucesso e quer se destacar no mercado, principalmente no setor logístico, onde a tecnologia é capaz de aumentar sua eficiência, garantir maior segurança e desburocratizar vários processos.

Agora, vamos para as 7 ferramentas de logística e transporte!

7 principais ferramentas de logística e transporte

TMS (Transportation Management System)

TMS (Transportation Management System) ou Sistema de Administração de Transporte em português, é um software de transporte responsável pelo gerenciamento e controle desse processo.

Eles são muito úteis, pois auxiliam o trabalho de controle de informações relativas a fretes, entregas, roteiros de viagens, rastreamento de cargas, automatização de informação da carga, e até emissão de documentos fiscais das cargas.

Em resumo, ele direciona, de forma integrada, a distribuição da carga com programação automática do status de entrega para o cliente com rastreamento de agendamento de entregas, digitalizando uma série de processos que, no passado, eram feitos manualmente, com o fluxo de documentos e ordens em papel.

WMS (Warehouse Management System)

WMS (Warehouse Management System) ou Sistema de Administração de Armazém em português, é um software de logística que faz a administração de armazém com base no banco de dados que a empresa alimenta.

Ela registra, de forma exata, o momento que acontece quaisquer ações no local, o que ajuda a manter toda a equipe de logística a ter controle total do armazém. O que, entra, o que sai, quando entra, quando sai. Por isso que é uma boa opção para quem deseja reduzir tempo e manter a organização do armazém e assegurar que estoques próprios ou de clientes – lembrando que há empresas especializadas apenas em prover o armazenamento de itens e cargas como um serviço. Segue abaixo algumas ações que esse software faz:

  • Controle e atualização do armazém;
  • Análise de necessidade de compra;
  • Análise de pedidos recebidos;
  • Giro de estoque/produtos;
  • Gestão de inventário;
  • Exatidão em informações dos itens.

ERP (Enterprise Resource Planning)

ERP (Enterprise Resource Planning) ou simplesmente sistemas de gestão empresarial, são soluções de uma categoria que vão até além de um software de logística, pois o mesmo avalia recursos da empresa toda. Pois, tanto atividades do setor administrativo quanto as do operacional podem controladas por ele, ajudando no controle financeiro, por exemplo.

Com isso, há uma otimização no processo já que o software agrega além de logística, outras atividades como financeiro, materiais, controladoria como também oferece a integração dos módulos de WMS e TMS.

Confira abaixo alguns dos principais recursos da ERP:

  • Controle de produção;
  • Cálculo da quantidade de estoque;
  • Fluxo de caixa;
  • Emissão de NF-e (Nota Fiscal Eletrônica);
  • Controle de custos;

No caso destes sistemas, o que acontece muitas vezes é que eles são a espinha dorsal de empresas do segmento de indústrias, varejo, finanças e outros, que precisam de controle e automação de processos. Falando especificamente dos sistemas ERP, são sistemas que muitas vezes são transversais, ou seja, abarcam e integram os processos de várias áreas de uma empresa. Além da integração a sistemas como TMS e WMS, que comentamos acima, há vezes em que há módulos destes sistemas que tratam de logística ou armazenamento, porém não com a profundidade e detalhamento dos sistemas de TMS e WMS.

Sistema de Pesquisa e Cadastro de Motorista e Veículos

Agora, falando um pouco mais focado em ferramentas para o transporte, o sistema de pesquisa e cadastro de motorista e veículos é considerado um item indispensável para manter a segurança em sua operação.

Essa pesquisa e cadastro, tanto de motorista quanto de veículos, é feita como parte dos processos de gerenciamento de risco no transporte de cargas e tem como objetivo identificar se os responsáveis pelo transporte da carga representam ou não risco na hora do transporte.

Se você quer saber mais detalhes sobre isso, nós da Guep, temos um material completo com tudo o que você saber sobre pesquisa e cadastro de motoristas, o que é, como funciona, como fazer, quando é obrigatório e, mesmo quando não é, pode ser desejável, e muito mais.

Para que essa pesquisa e cadastro de motoristas e veículos seja feita da forma mais confiável e transparente possível, é preciso contar com uma ferramenta eficiente para sua operação.

Com um software completo você terá acesso a informações que revelam como está o desempenho de cada motorista, sobre comportamento e outras informações importantes para manter a segurança em sua operação.

Nós da Guep, desenvolvemos uma solução de pesquisa e cadastro de motoristas que busca em tempo real todas as informações necessárias para uma liberação mais segura. O Score é o único sistema que faz a consulta de 400 fontes simultaneamente para melhor tomada de decisão. Proporcionando 40% mais assertividade que qualquer outra opção do mercado.

Monitoramento de carga

Essa ferramenta tem como objetivo garantir que a etapa da entrega seja bem sucedida. Por isso, a realização do mapeamento de cargas é primordial para reduzir riscos de avarias e extravios.

Por esta razão é tão importante investir neste tipo de ferramenta, o que irá garantir maior segurança para seus clientes, e aumentar sua credibilidade no mercado. Isso porque esse tipo de sistema permite que o gestor logístico identifique o local exato onde a carga está. Assim, ele tem um status em tempo real da entrega e pode apresentar uma data de previsão mais condizente com a realidade.

Este tipo de ferramenta começa a fazer mais sentido na medida em que a previsibilidade de entrega passa a ser um item estratégico na relação entre os fornecedores e clientes finais. No caso de um varejista, saber quando o produto está chegando em seus estoques, o que pode criar ações de venda mais efetivas, por exemplo.

Gestão de frotas

Se você deseja ter mais controle e segurança em suas operações de transporte, ferramentas de gestão de frotas podem constituir um item essencial. Entre os principais benefícios estão:

  • Integração das atividades de manutenção;
  • Monitoramento dos veículos;
  • Alertas em situações anormais;
  • Diminuição dos custos;
  • Automatização dos processos;
  • Acompanhamento do desempenho do carro e do motorista.
  • Todos nós sabemos que gerir uma frota não é trabalho fácil. Além da questão operacional de determinar rotas, segurança, conquistar e reter clientes, há toda uma série de atividades essenciais que envolvem da manutenção corretiva ou preventiva de veículos ao acompanhamento de itens como a troca de pneus, a compra de combustível, o armazenamento e gestão de itens de manutenção rápida e sua renovação, à medida em que estas peças são usadas – e precisarão, claro – ser repostas. Os sistemas de gestão de frotas foram pensados justamente para ajudar as empresas que gerenciam um grande volume de veículos e implementos a gerenciar a manutenção destes ativos.

    Sistemas de averbações de cargas

    Soluções eletrônicas para averbação de cargas também são fundamentais no momento antes do embarque para que haja a garantia de cobertura de seguro.

    E o que é, afinal, a averbação? A averbação é o ato de informar à companhia seguradora os dados referentes às notas fiscais e características das mercadorias que foram embarcadas para transporte, para que tenham a devida cobertura em caso de sinistro.

    É importante também que haja a possibilidade de customizações nestas soluções mediante o tipo de operação, já que isso permite às empresas se adaptarem às necessidades de seus clientes.

    Essas ferramentas, em sua maioria, já estão disponíveis para serem integradas a sistemas internos que as organizações utilizam para a gestão do seu negócio, tornando o trabalho mais simples e produtivo inclusive já existindo em algumas plataformas a possibilidade de gerar estatísticas e informações relevantes para a tomada de decisão estratégica da empresa.

    Importante ressaltar que a averbação é um procedimento obrigatório segundo a regulamentação em vigor: o transportador deve averbar a carga para estar em conformidade com o que estabelece a portaria 247 da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) que prevê que todos os conhecimentos, sem exceção, sejam averbados antes do início de cada viagem.

    Isso é importante porque, se acontecer um sinistro e os documentos não tiverem sido averbados, ou mesmo averbados após o início da viagem, a seguradora pode recusar a indenização ao segurado, deixando o prejuízo para a transportadora.

    Nós da Guep, temos uma solução chamada AverbGuep, que faz exatamente a Averbação Eletrônica de Carga, de forma automatizada, provendo às organizações todo o controle e suporte necessários à sua operação.

    Para finalizar…

    Você viu que existem várias opções de ferramentas voltadas ao setor logístico que otimizam e facilitam o dia a dia das empresas. Em um mercado tão competitivo, é indispensável não implementar a tecnologia em sua operação. Isso pode determinar o fracasso ou sucesso da empresa ao longo do tempo.

    Achou interessante o artigo? Compartilhe nas redes sociais!

    E aí, você já utiliza algumas destas ferramentas citadas no artigo? Se sim, deixe aqui nos comentários.

    Gostou? Compartilhe: